Festival Hallelluya 2011

O Festival Hallelluya chega a sua 14 ª Edição. Este ano, o evento acontecerá nos dias 20 a 24 de julho no CEU, Condomínio Espiritual Uirapuru. O Juventude Santa irá marcar presença no Hallelluya, com a graça de Deus, e traz para você as informações sobre este tão esperado momento de louvor.

Histórico

O Halleluya é o maior festival  de artes integradas do Brasil. Teve início em Fortaleza-CE, em 1997 e se expandiu para outras cidades, como: Natal-RN, São Luís-MA, Salvador-BA, Aracaju-SE e também em outros países: Israel, França, Inglaterra pela Comunidade Católica Shalom.

Em 1995 o Projeto Juventude, setor juventude da Comunidade Shalom realizava uma festa de três dias de festa para os jovens com o nome trifest. Em 1997 uma idéia ousada transformou o evento de pequeno porte num evento arrojado e ousado. Nascia o Halleluya que durante seus primeiros oito anos  aconteceu  no Parque do Cocó.

Com acrescente adesão do público, o Halleluya precisou ser transferido para um espaço mais amplo. Foi então que mudou de endereço e montou sua arena no Condomínio Espiritual Uirapuru no ano de 2005. O espaço fica próximo ao estádio Plácido Castelo, Castelão, que atualmente passa por reformas a busca de participar dos jogos da Copa do Mundo em 2014. Já nessa primeira edição realizada no Condomínio atraiu 350.000 pessoas. No ano seguinte,em 2006, chegou-se à marca dos  400.000 mil participantes.

O evento foi pioneiro no intercâmbio entre artistas e bandas locais e as do cenário do sul e sudeste do país. Artistas de gravadoras renomadas já passaram pelo palco do evento como Pe. Fábio de Melo, Adriana, Dominus, Cantores de Deus, Adoração e Vida, Dunga e neste ano conta com a participação da banda de rock católico Rosa de Saron.

Festival Halleluya 2010

A partir de 2010 o evento se transformou em Festival. O público chegou a 800 mil pessoas nas cinco noites de realização. As atrações foram: Italo e Renno, Netinho, Adoração e Vida, Cantores de Deus, Tribo Maranata, Suely Façanha, Alto Louvor, Adriana, Batista Lima, Comunidade Recado, Cosme, Davidson Silva, Diego Fernades, Dominus, Flavinho, Ir. Kelly Patricia, Maninho, Kyrios Dei, Missionário Shalom, Pe. Fabio de Melo e  ShalomGod.

Números do Festival Halleluya em 2010

Foram coletadas 421 bolsas de sangue, 312 doadores de medula óssea, 115 atletas competindo no Halleluya Adventure, 50 mil acessos no site (www.festivalhalleluya.org),nos meses de junho e julho, 40 mil no Blog (www.blog.fastivalhalleluya.org), no mês de julho e 1751 seguidores no Twitter. O palco principal do evento contou com 80 profissionais entre produtores artísticos, diretores, maquiadores, figurinistas,camareiras,DJ’s, programadores; 4 coreógrafos; 30 bailarinos; 187 músicos e 38 técnicos. Novidades não faltaram. O Missionário Shalom lançou o CD “DE MALAS PRONTAS” e Davidson Silva lançou o CD “Tomé” .

Nasceu também o Halleluya Adventure, onde aconteceram campeonatos de “street skate”, “bmx”, patins, entre outros.

Em meio às visitas ilustres do Halleluya, destaque para a imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré que reúne uma multidão no Círio de Nazaré em Belém/PA.

Em 2011

Para 2011 uma série de novidades estão programadas. O campeonato de esportes radicais no Halleluya Adventure deixará de ser regional e passará a ser nacional.

O festival de música, teatro e dança possibilitará o surgimento de novos talentos no campo das artes. E o voluntariado será ainda mais incentivado. Continuará a parceria com o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará –Hemoce. Nas atrações artísticas, destaque para a banda de rock  Rosa de Saron.

Programação

Fonte: Site Festival Halleluya

MAIS INFORMAÇÕES

Pela primeira vez, o evento fará o festival de música, teatro e dança, que terá três etapas. Artistas de todo o País podem participar. A fase final será realizada durante o Halleluya e os três primeiros lugares receberão prêmios. O objetivo é descobrir os novos artistas. Dois palcos serão montados. Um para as bandas convidadas e o outro para o festival.

Para atrair o público jovem, também será realizada a competição de esportes radicais, nas modalidades skate, bicicross e motos. No local, também serão montados brinquedos radicais. “O Halleluya não é só um evento religioso. Ele tem a característica de unir as artes”, afirma Aurenilton Leão, coordenador do evento.

A expectativa da organização é de que o Halleluya receba 900 mil pessoas este ano, durante os cinco dias de apresentações. O crescimento médio do público, a cada ano, é de 10%.

A proposta do festival é estimular a cultura de paz. As pessoas devem curtir o evento sem violência. “É uma alternativa para quem quer viver uma festa diferente”, disse Gabriela Dias, responsável pela Comunidade Católica Shalom em Fortaleza.

A entrada do evento será franca, mas os participantes devem doar 1kg de alimento não-perecível, que será distribuído a entidades filantrópicas ao final do evento, como já é tradição a cada Halleluya.

Fonte: O Povo Online


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *